Foto: Caio Loureiro / Ascom TJ Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Fórum da Comarca de Rio Largo

Adriano Lopes, acusado de matar Daniel Silva dos Santos após receber uma tapa no rosto em 2014, no município de Rio Largo, foi condenado a cumprir pena de oito anos, em regime semiaberto. A decisão foi tomada durante julgamento nesta quinta-feira (14), no Fórum da Comarca.

De acordo com a assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça, os jurados reconheceram a materialidade do delito e da autoria. Além disso, reconheceram também que o réu cometeu o crime sob domínio de violenta emoção, após provocação da vítima.

Como Adriano Lopes já estava preso há um ano, um mês e sete dias, deverá cumprir efetivamente a pena de seis anos, dez meses e 23 dias. O julgamento foi conduzido pelo titular da 3ª Vara de Rio Largo, juiz Galdino José Amorim Vasconcelos, que concedeu ao réu o direito de recorrer em liberdade.

O caso

O crime ocorreu em dezembro de 2014, na vila onde réu e vítima residiam, em Rio Largo. De acordo com o Ministério Público, Adriano Lopes queria se vingar de Daniel, porque este lhe teria dado um tapa no rosto.

Testemunhas afirmaram que o acusado anunciou que mataria a vítima e atirou logo depois, acertando Daniel com um tiro fatal na nuca. Em depoimento, Adriano confessou o crime, mas disse que agiu em legítima defesa após ser agredido verbal e fisicamente.

 

*Com Ascom TJ