Ascom ALE Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A deputada Jó Pereira (MDB) participou na tarde desta quarta-feira, 13, de uma reunião com representantes do Conselho Estadual de Educação (CEE), da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), do Fórum Estadual Permanente de Educação de Alagoas (Fepeal), do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado de Alagoas (Sinteal) e do Conselho Municipal de Educação de Maceió, para debater sobre a avaliação e o monitoramento do Plano Estadual de Educação (PEE). Durante o encontro também foram discutidas questões como a falta de estrutura física e humana do CEE.

“O objetivo foi discutir, além do PEE, as dificuldades que o Conselho Estadual de Educação enfrenta, as metas e estratégias desse plano e se ele está sendo usado como instrumento de gestão”, disse Jó Pereira, observando a importância de acompanhar a execução do PEE que tem vigência até 2025.

De acordo com o presidente do CEE, Mário César Jucá, já se passaram quatro anos de aprovação do Plano e exsite a necessidade de se fazer um monitoramento. “Viemos aqui para discutir como será feito e quais instrumentos vamos utilizar nesse processo de avaliação”, disse Jucá. Já a vice-presidente da Uncme, Marly Vidinha, observou que algumas estratégias deverão ser revistas já que algumas das metas estabelecidas pelo PEE não foram alcançadas. “Falta acompanhar sistematicamente as estratégias e verificar onde existem dificuldades para cumpri-las. Um dos grandes problemas para se executar o Plano está no veto ao financiamento da Educação”, observou Marly.