5636a0c5 29b1 4bbc 9ec2 e814eb1b971a

               

O rapaz conta que se apaixonou pela profissão, porque ia sempre aos médicos com o pai, que tinha hidrocefalia, e ao observar a atuação dos profissionais decidiu que seria médico.                        Seu nome é Guilherme Nóbrega tem 19 anos é paulista. De Santos

 E para alcançar o sonho cursava colégio de manhã, a tarde um curso técnico.

A mãe de Guilherme trabalha em um posto de gasolina, então, quando saía do Colégio,  o menino ia  para o posto, tomava banho e aproveitava o espaço do banheiro para estudar.

Por  muito tempo, mais da metade do ano, o banheiro do posto foi sala de estudos para Guilherme.

E o menino,também,queria fazer um cursinho para consubstanciar os estudos, mas, faltava-lhe condições  financeiras. Foi quando apareceu a  professora Eliane Limonti que ofereceu uma bolsa  de estudos ,e em troca Guilherme faria a faxina do espaço.

Ele aceitou e afirma: “Eu dependia daquilo para alcançar meu sonho, então se tornaram coisas simples.”

Tripla jornada de determinação.

E acredite o aluno que fez faxina para pagar o cursinho – e nas horas vagas estudava dentro do banheiro de um posto de combustíveis – primeiro passou em medicina na Universidade Federal do Paraná (UFPR), avaliada entre uma das 10 melhores instituições do país e depois Medicina na USP, Universidade de São Paulo.

Optou por ficar na USP.

Guilherme determinou-se a ser médico, e  com o apoio do pai da mãe e da  professora Eliane, o rapaz ,agora, vai iniciar sua jornada na medicina.

É como ganhar na loteria- diz entusiasmado.

Parabéns, Guilherme!

 

Fonte: http://www.sonoticiaboa.com.br/2019/02/09/aluno-que-fazia-faxina-e-estudava-no-banheiro-passa-em-medicina-na-usp/?fbclid=IwAR18JatjMTf7GFpxcifaKQ235zuEXKCXFUZnluiTRhXNXfFs577OCGnaraI#