Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Deputado Marcelo Beltrão

A existência de “faculdades fantasmas” que lesaram milhares de alagoanos com o “golpe do diploma” será debatida em audiência pública, ainda sem data definida, na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE). O requerimento para a sessão especial foi protocolado nesta segunda-feira (11), pelo deputado Marcelo Beltrão (MDB).

Na justificativa, o parlamentar cita duas reportagens sobre o tema, veiculadas na TV Pajuçara, em maio de 2018, e na Rede Globo, no programa Fantástico, em janeiro deste ano.

As matérias revelaram que cerca de 20 mil estudantes foram prejudicados em Alagoas. Eles cursaram faculdades consideradas inexistentes pelo Ministério de Educação (MEC) e, ao final dos cursos, ficaram sem diplomas ou receberam diplomas inválidos.

“Pela prática continuada do golpe, entendo ser inadmissível o poder legislativo ficar inerte em relação à matéria”, pontuou Beltrão, ainda no requerimento.

Conforme sua assessoria de imprensa, o parlamentar quer discutir formas de coibir as faculdades irregulares e buscar soluções para os milhares de prejudicados com o golpe.