Foto: CadaMinuto/Arquivo 06a79e7d 120c 46f0 a225 1c04cb40b492 Fórum do Barro Duro

José Kleber Rodrigues dos Santos, acusado de matar Michaell Almeida de Alcântara em abril de 2014, foi condenado a 23 anos e quatro meses de reclusão, inicialmente em regime fechado. A sessão aconteceu no Fórum do Barro Duro na quarta-feira (23), e foi conduzida pelo juiz da unidade, Geraldo Cavalcante Amorim. 

De acordo com a denúncia do Ministério Público, motivação teria sido um envolvimento amoroso que a vítima teve com uma namorada do réu enquanto o mesmo estava preso.

Durante o depoimento, o acusado negou a autoria do crime. A tese de insuficiência de provas foi rejeitada pelos jurados.

O réu foi condenado por homicídio qualificado por motivo fútil e com recurso que impossibilitou a defesa da vítima, e não terá direito de recorrer em liberdade. De acordo com o magistrado, José Kleber tem antecedentes criminais e conduta social inadequada, o que desfavoreceu o acusado no cálculo da pena.

“O réu agiu com culpabilidade especialmente reprovável, porque demonstrou ter agido de forma premeditada, posto que [...] chegou ao local do crime (uma praça) com arma já em punho, desferindo disparos de arma de fogo na vítima, sendo um deles na nádega e outro no ouvido”, diz a sentença. 

O crime ocorreu numa praça no bairro da Ponta Grossa, na Capital.

*Com TJ/AL