Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Com a chegada do verão e das férias a procura pelo lazer nas praias alagoanas aumenta assim como número de crianças e adolescentes. Pensando em proporcionar um lazer com mais segurança e despreocupação o Laboratório Nabuco Lopes realiza pela segunda vez uma ação de empulseiramento no litoral de Alagoas.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas - CBMAL, apenas no dia 01 de janeiro foram registrados 21 casos de crianças desaparecidas entre as praias do Francês e Maragogi. A faixa etária das crianças que se perdem varia entre 1 e 10 anos e quando encontradas, elas são encaminhadas até o posto de guarda-vidas mais próximo. O encontro com a família é realizado de forma rápida e eficaz quando o pequeno sabe o número de telefone dos pais ou responsável.

Neste verão as pulseiras refletivas serão entregues na Barra de São Miguel durante todo o mês de janeiro. A ação visa diminuir a preocupação da família caso haja algum desaparecimento e as informações para o preenchimento da identificação consiste em nome e contato do responsável.

“As pulseirinhas ajudam porque nem todas as crianças sabem seus dados e números de contato, então isso facilita qualquer outro adulto que encontrar esta criança a ligar imediatamente”, declara a médica Maria Luzineth, que teve seus netos Sophia, Luís Felipe e Bernardo identificados com as pulseiras.

Para o momento de lazer não se transformar em episódio desagradável, a prevenção continua sendo a melhor opção. Além das pulseiras de identificação, é importante manter a atenção redobrada na criança, observar se há algum posto de guarda-vida próximo e orientar o pequeno a procurar um bombeiro caso se perca.