66ae9cbd 4a23 473d bafc a5a558c3342f SIMESC reunido com Prefeito

A diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais de São Miguel dos Campos-SIMESC, esteve reunida, no último dia 15, com o Prefeito do Município, Pedoca Jatobá (DEM), para cobrar compromissos de campanha assumidos pelo prefeito, ainda não efetivados, mesmo após dois anos de mandato, e também no sentido de discutir as pautas de valorização e melhorias de trabalho para o funcionalismo municipal.

Porém, as respostas não foram satisfatórias, e os servidores devem ter que esperar mais alguns dias ou meses para terem respostas sobre melhorias de trabalho.

No final do ano de 2018, o SIMESC realizou reuniões/assembleias com mais de 200 servidores para discutir propostas sobre a data-base, bem como para colher reivindicações dos trabalhadores.

Segundo o presidente do Sindicado, Aldo Sobreira, “as assembleias surpreenderam a diretoria do SIMESC, pelo quórum e o interesse do trabalhador em discutir com seu sindicato garantias legais que ainda não estão sendo cumpridas”.

Sobreira afirmou que os trabalhadores colocaram em pauta e reivindicam compromissos do Prefeito Pedoca Jatobá, alguns assumidos, inclusive, na campanha, como a melhoria no risco de vida dos Guardas Municipais:

Fardamento adequado, de todos os funcionários, Material de Epis, Equipamento de proteção individual, mudança no projeto de Lei Nº 1.423 de 18 de agosto de 2015, que se refere ao risco de vida do guarda municipal que no seu contracheque traz a denominação de gratificação de risco de vida, para risco de vida, a melhoria do risco de vida dos GCMs, os médicos pedem aquisição de jaleco, pois os que eles têm estão surrados ou são de outra unidade de saúde, reajuste de 10% nos vencimentos de todos os trabalhadores, pois a data-base é 1º de janeiro e os 10% tínhamos como ganho e valorização real.

Perguntado pela reportagem se: a gestão municipal pretende realizar concurso público este ano? Existe um planejamento para tentar atingir os 100% de risco de vida dos Guardas Municipais? Os aprovados do último concurso, quando será finalizada as convocações? Não houve reajuste para a Educação nos últimos anos, existe uma previsão para 2019? O que os servidores podem esperar de melhorias e valorização? O Prefeito Pedoca Jatobá não respondeu a nenhum dos questionamentos. Ao sindicato, o prefeito pediu mais tempo para analisar as finanças.

Para Aldo Sobreira, “o PCCV quando foi criado era para poder unir trabalhadores, sindicato e gestão pública em um só projeto em busca da melhoria de todos os servidores e da população, por isso, nós do sindicato dos servidores municipais não abrimos mão de defender, de lutar e cobrar do poder público as melhorias para os trabalhadores que fazem este município se desenvolver em prol de toda comunidade miguelenses”, concluiu.

Áreas Correlatas:

O SIMESC esteve reunido com o setor responsável, e nós próximos dias novas adequações e melhorias para os servidores devem ser realizadas nos sentido da "alteração no Decreto de Lei Nº 13.902 de 1º de março de 2016, que fala sobre as áreas correlatas precisam ser corrigidas, pois as áreas correlatas que este decreto traz prejudicam todos os trabalhadores que por ventura tenham um grau de formação diferente deste decreto a onde não está sendo válido o trabalhador estudar pensando em um futuro melhor mudança urgente e valorizar todos os trabalhadores que tem a sua formação superior".