Foto: Ascom/MP/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Promotor Magno Alexandre Moura

Por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Rio largo, o Ministério Público instaurou inquérito civil para apurar supostas irregularidades na organização da SMTT de Rio Largo, especificamente na composição e atuação dos servidores que trabalham como agentes de trânsito.

Conforme a portaria publicada no Diário Oficial do Estado e assinada pelo promotor Magno Alexandre, após o recebimento das denúncias, o MP acionou a SMTT, que relatou ser de sua competência a fiscalização de trânsito do Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares.

A superintendência informou ainda que possui servidores concursados, contratados e comissionados, todos treinados e capacitados, segundo as exigências do convênio firmado com o Detran/AL.

Com a instauração do inquérito, o promotor requisitou a SMTT a relação dos servidores (concursados, contratados ou comissionados) que atuam como agentes de trânsito e a cópia do convênio firmado com o Detran.