Foto: Reprodução / Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true WhatsApp

O WhatsApp é um dos principais aplicativos de comunicação utilizado entre os brasileiros. O sistema de verificação biométrica chega como um recurso para proteger as conversas dos usuários. O uso do aplicativo será liberado somente após a autenticação por meio de impressões digitais. A função ainda não tem previsão de lançamento, mas ela chegará tanto para dispositivos Android e iOS. 

A ideia mais direta é de uma adição ao sistema de verificação em duas etapas do mensageiro que já está disponível e dependente de um código PIN numérico. Essa senha é exigida sempre que o número é ativado em um novo aparelho ou de tempos em tempos no próprio smartphone em que foi ativado.

De acordo com informações preliminares, o recurso deve ser liberado primeiro no Android, para os usuários da versão Marshmallow em diante. No iOS, a equipe do WhatsApp também trabalha em uma integração como os sistemas Touch ID e Face ID, incluindo também o reconhecimento facial em iPhones mais recentes, mas essa implementação deve demorar um tempo para ser liberada.

Mais detalhes sobre o funcionamento do recurso ainda não foram divulgados, principalmente em relação as possíveis brechas na segurança, como o uso livre em um PC depois da habilitação da versão web do mensageiro sem que seja preciso inserir o PIN no celular para ter acesso as mensagens.

A proteção biométrica e PIN numérico vale para o aplicativo com um todo, não sendo possível bloquear o acesso individualmente. O recurso ainda está em estágio Alpha de desenvolvimento, o que significa que o recurso vai levar algum tempo para chegar às mãos dos usuários.

Fonte:WABetaInfo