Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Prefeitos Haroldo Nascimento e Emanuella Moura

Na região norte de Alagoas, os municípios de Paripueira e Barra de Santo Antônio fecharam o ano de 2018 com as folhas de dezembro e do décimo-terceiro salário quitadas. Ambas as gestões atuais têm cumprido rigorosamente o pagamento dentro do mês trabalhado, priorizando os efetivos e aposentados, informam as secretarias de finanças das duas cidades.

Paripueira e Barra de Santo Antônio também têm dado reajustes anuais ao funcionalismo, com base nas perdas salariais indicadas pelo IPC e pagando aos professores o piso nacional do magistério. Segundo o prefeito de Paripueira, Haroldo Nascimento, e a prefeita da Barra, Emanuella Moura, esse resultado vem do ajuste e controle de contas feitos nos municípios que, afirmam, continuam a enfrentar sérias dificuldades financeiras.

A perspectiva financeira para este ano ainda é de arrocho, acrescenta Emanuella, mas ela assegura que em nenhum cenário o servidor será prejudicado, assim como as políticas públicas essenciais na Barra de Santo Antônio, a exemplo da saúde, educação e assistência social. Para Haroldo Nascimento, Paripueira terá que apertar mais os gastos, mas ele também garante que salário em dia é uma regra em sua gestão.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) espera que o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) seja este ano de 2019 de R$ 109,4 bilhões, o que representaria um crescimento nominal de 8,4% com relação a 2018, e poderia aliviar as prefeituras em todo o país.