B0cea454 7c0a 4c27 99b7 326490fd2b65

Após tomar posse na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), o governador Renan Filho seguiu para o Palácio Floriano Peixoto, onde deu posse aos secretários estaduais, após exoneração coletiva nesta terça-feira (01). Em um discurso de cobrança, ele destacou que o momento é de superação e desafio para ter um segundo mandato ainda melhor para os alagoanos.

"Na Assembleia fiz um discurso mais político e aqui faço um discurso mais administrativo, lembrando a todos secretários que tenham sempre em mente que nos próximos anos será o desafio de superar nós mesmos", afirmou ele, avisando que os próximos quatro anos serão destinados a fazer uma administração melhor e corrigir os pontos que não deram certo: "Acomodação cria mofo. Temos que fazer um governo muito melhor que o primeiro".

O governador reeleito também adiantou que a estrutura administrativa do Estado deve ser mais ágil e "enxuta": "Vamos buscar soluções ágeis e o controle de gastos será feito com lupa mais potente... Se no primeiro governo foi preciso apertar, nesse segundo vamos ter que chegar ao último botão do cinto governamental, cortando ainda mais o desperdício, eliminando privilégios e suprimindo funções semelhantes ou sobrepostas".

Entre os secretários que tomaram posse hoje, estava o vice-governador Luciano Barbosa, que volta para a Secretaria Estadual de Educação. Barbosa passou nove meses afastado do cargo para concorrer às eleições em 2018.

Como anunciou anteriormente, o governador repetiu que a administração estadual não sofrerá nenhum tipo de mudança de secretário até a definição do calendário parlamentar. Ainda nesta terça-feira, o governador publicou a exoneração de todos servidores comissionados e com gratificação na estrutura do governo.