2763f6b4 4bbd 483a be7a 7f71578d5fad

Quem nunca recorreu à tradição do Pecado da Gula, em Arapiraca, para comprar uma torta para celebrar um aniversário - ou qualquer outra data importante - ainda irá fazê-lo. Com mais de 20 anos de portas abertas, a doceria é uma referência na cidade e difícil é encontrar quem nunca saboreou suas tortas, doces de festa ou salgados.  No último domingo (22), a empresa reabriu as portas, na Rua Estudante de Oliveira Leite,  com uma nova estrutura física e a oferta de um novo produto, o gelato. O sucesso foi imediato e a casa está cheia, desde então. 

A reforma do Pecado da Gula durou exatos 100 dias. O tempo foi suficiente para trazer uma empresa repaginada, com cara de bistrô e ar europeu. Tudo na obra teve o acompanhamento direto dos proprietários, Renata Aníbal e Paulo Henrique Micheloto, junto com o trabalho da designer de interiores, Júlia Barros, e do arquiteto Josival Júnior. “Fomos contratados em setembro. Foi uma correria para fazer projeto arquitetônico, fachada, especificação de revestimentos, materiais, e encontrar fornecedores que entregassem os produtos que a gente precisava a tempo”, explicou Josival Júnior.

A ideia dos proprietários foi trazer um ambiente especial para os clientes, a partir das suas experiências em viagens. Em uma das paredes, os quadros com imagens adquiridas pelo casal, ao redor do mundo, chamam a atenção, além dos lustres e dos confortáveis ambientes próximos às janelas que conduzem a visão para a rua. “Ficou show. Super- aconchegante e o bom é que mantiveram o mesmo preço”, afirmou a cliente Isabella Senna, em uma rede social.

Mais de 20 anos em Arapiraca

Com duas décadas de existência, o Pecado da Gula tem uma história afetiva com seus clientes. "Vi muita gente crescer aqui, vindo lanchar com a turminha, depois da aula. Hoje, posso dizer que temos uma história", afirma Renata Aníbal. Inclusive, os próprios filhos do casal, Nicholas e Daphne Micheloto, cresceram junto com a empresa. Estudantes, eles aproveitaram as férias para ajudar os pais na reforma e ainda na reinauguração.

Quando o Pecado da Gula teve início, era a própria Renata quem fazia as tortas, enquanto Paulo ficava no balcão.  Ao longo dos anos,  a oferta de produtos mudou bastante,  a equipe cresceu (são 27 funcionários hoje), mas a qualidade permaneceu, o que motiva o retorno dos antigos clientes e a chegada de novos. "Cada torta é batida individualmente. Todos os nossos produtos são artesanais", destaca a empresária que apresentou ao Blog as instalações modernas e organizadas da cozinha e do estoque de matéria-prima.

Nova casa, novo cardápio

Além do gelato (um sorvete mais cremoso e de sabor marcante), que já ganhou o coração dos consumidores, o Pecado da Gula deve ofertar, em breve, cafés, suco, e mais opções de salgados.  Renata destaca que, mesmo com tantas mudanças, além de manter a qualidade e os preços dos produtos, a maior preocupação é continuar a atender bem cada cliente. "Temos uma clientela muito fiel ao Pecado da Gula", afirma. E isso, em tempos de amores líquidos, é algo realmente para se orgulhar e cuidar.