Foto: Sandro Lima Ed64b0ec c334 49f8 90e4 4a2aba569fb3 Cabo Bebeto

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o deputado eleito Cabo Bebeto (PSL) esclareceu os motivos de sua prisão, decretada pela Polícia Militar após a finalização de um processo administrativo dentro da Corporação.

De acordo com Boletim Geral Ostensivo (BGO) da PM, o militar em fevereiro de 2015, teria “abandonado, sem ordem do superior, o posto e o serviço que lhe cumpria executar, sendo estes serviços de Comandante de Guarnição da ROCOM 2 e de Permanência ao PM BOX da Pajuçara, respectivamente e não teria justificado o ato.

No entanto, Bebeto explicou que passou a ter complicações dentro do Batalhão onde trabalhava depois que houve um atraso na verba alimentação e teria solicitado almoçar em casa. Depois disso, ele contou como ocorreu o “abandono” de posto justificado para sua prisão.

Segundo ele, a esposa precisou de ajuda para ser levada ao médico e ele acabou saindo 15 minutos antes do término do plantão, o que acabou gerando o procedimento.  “Fico triste, pois estou me despedindo da Polícia dessa forma. A gente termina sendo vítima de um sistema arcaico e ultrapassado”, disse ele.

“Vou voltar a ter direitos, que como militar não tenho e isso é uma pena. Todo mundo quer uma polícia mais humana, mas esquece de dar humanidade aos policiais”, completou ele.

Assista ao vídeo: