Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Psicólogo e escritor, ele foi uma das maiores e mais respeitas referências sobre transexualidade do planeta. 

A autora Gloria Perez o consultou para criar o personagem Ivana (Carol Duarte), a jovem que se descobria trans e assumia a identidade sexual masculina com o nome Ivan na novela A Força do Querer, em 2017.

Nery lançou o livro ‘Viagem Solitária: Memórias de um Transexual’, com o relato de sua vivência trans, e participou da coletânea ‘Vidas Trans’. Nos últimos meses de vida, trabalhou na escrita de ‘Velhice Trans’, com reflexão a respeito do envelhecimento de pessoas transexuais, que poderá ser lançado postumamente.

Intelectual reconhecido, João Nery era fonte para jornalistas e pesquisadores. Sua militância embasada o fez receber o título de doutor honoris causa pela Universidade Federal do Mato Grosso. 

Ele participou do documentário ‘Laerte-se’, exibido no Canal Brasil e disponível na plataforma Netflix, além de ter concedido dezenas de entrevistas ao longo dos anos para falar de sua experiência de vida.

Em setembro, quando foi informado de que o câncer no pulmão havia atingido o cérebro, o ativista divulgou um texto no qual previu sua morte iminente e pediu a seus admiradores que seguissem com a defesa da causa transexual.

Continuem a nossa luta por nossos direitos, se unam, não oprimam os nossos irmãos oprimidos já por tanta transfobia e sofrimento. Um trans masculino não precisa ser sarado, nem ter barba, nem se hormonizar ou ter pênis e se operar. Basta saber quem é e que se sente do gênero masculino. Vamos nos respeitar, nos unir, nos fortalecer e, sobretudo, ensinar aos homens cis o que é ser homem sem medo do feminino”, escreveu.

Homem cis é a pessoa que nasce com sexo biológico masculino e tem identidade sexual também masculina.

Nas redes sociais, centenas de transexuais lamentaram a morte do pioneiro João W. Nery e prometeram dar sequência com seu ativismo.

 

Fonte:https://www.terra.com.br/diversao/tv/blog-sala-de-tv/morre-joao-nery-primeiro-homem-trans-brasileiro-a-se-operar,