Bb4e48ee b62e 450c b3f2 bcda36a44c98

Arapiraca realiza I Simpósio Estratégia de cuidado no câncer de mama e de colo de útero na Atenção Básica, nesta quinta-feira (18), no cineteatro do Planetário Digital e Casa da Ciência, no Lago da Perucaba. O evento integra a programação da campanha Outubro Rosa do município.

A prevenção e detecção precoce do câncer de mama e colo de útero, tema central do simpósio, destinado aos médicos e enfermeiros da Atenção Básica de Arapiraca, foi abordado por profissionais das áreas de oncologia, ginecologia e mastologia.

De acordo com Maria Luíza Bezerra, coordenadora da Saúde da Mulher, o município tem registrado muitos casos avançados de câncer. “Reunir especialistas das áreas relacionadas aos dois tipos de câncer, apresentados no simpósio, e profissionais da Atenção Primária para discutir  os melhores métodos para a detecção precoce da doença é proposta do evento”, completou a coordenadora.

Simpósio
Representando o município, participaram da abertura do evento: Glifson Magalhães, secretário de Saúde; Maria Luíza Bezerra, enfermeira e coordenadora Saúde da Mulher; Rafaella Albuquerque, coordenadora da Atenção Básica; Joana D´Árc, enfermeira e coordenadora da Rede de Oncologia, e Cristiane Araújo Nascimento, enfermeira e professora M.ª da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Sobre o evento, Glifson Magalhães falou da importância da interação entre os serviços. “A área da saúde é dinâmica e exige esse relacionamento multidisciplinar. E é importante ressaltar o valor de cada profissional e, principalmente, estreitar esse relacionamento e fazer com que os pontos de vistas sejam alinhados. O simpósio vem propiciar esse rico momento de aprendizagem e troca de conhecimento”, afirmou o secretário.

Palestrantes
Convidados para ministrar as palestras: Bertha Mendes, médica oncologista clínica do Ministério da Saúde e do Hospital Chama; Persis Araújo, médico mastologista, e Thiago Cajueiro, médico ginecologista obstetra.

“É muito importante ter a oportunidade de trabalhar com a Atenção Básica, a prevenção e o diagnóstico precoce, que é a grande dificuldade e, não somente em Arapiraca, mas em todo o país, no tratamento oncológico. Se o Brasil, hoje, tem mortalidade alta de câncer de mama e colo de útero, que são os tumores que a gente trabalha no Outubro Rosa, mês voltado à saúde da mulher, é porque os casos chegam em estágio avançado. Vale lembrar que o SUS é perfeito em relação ao tratamento da doença inicial, com excelência. É o mesmo tratamento feito por convênio e particular”, destacou a médica Bertha Mendes.