Foto: Luciana Beder/Cada Minuto 987c63e9 17eb 41be 8696 4b990118e9e5 Renan Filho durante as obras da PRF na manhã desta quarta-feira (10)

Durante a visita as obras da PRF na manhã desta quarta-feira (10), o governador Renan Filho comentou sobre o cenário de segundo turno entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad e reforçou o apoio a Haddad. Segundo o governador, Haddad tem uma ótima condição de fazer governo e tem a cabeça aberta para os problemas sociais do país.

Conforme Renan, o segundo turno é um ambiente propício para que os candidatos possam falar, conversar com as pessoas e mostrarem o que vão fazer. Filho comentou a facada que o candidato Jair Bolsonaro recebeu e disse que isso “minimizou o debate”.

“Com a facada, a discussão foi minimizada e agora espero que no segundo turno, com mais tempo e clareza, ambos conversem com os eleitores. Certamente o povo brasileiro quer que o país saia da crise”, comentou Renan.

Para ele, Fernando Haddad é o candidato que vai trazer desenvolvimento para o Nordeste e proteção social para o mais pobre. “Queremos um Brasil diverso, amplo, que ouve a maioria, mas que também sabe que é preciso garantir direitos da minoria. Precisamos de alguém que tenha vivência com a política e cabeça aberta”.

Com relação a possível vinda de Haddad a Maceió [onde o candidato teve menos votos e Bolsonaro ficou com mais de 50% só na capital alagoana] Renan afirmou que é preciso concentrar a campanha também em Maceió já que o Partido dos Trabalhadores (PT) possui uma dificuldade histórica.

“Dilma também perdeu em Maceió e Lula também, mesmo ele tendo uma votação expressiva. Haddad ganhou em Alagoas e é significativo e simbólico em uma eleição presidencial. Certamente o Haddad vai prestigiar os grandes colégios eleitorais, mas se ele vier a Maceió, estamos preparados para recebê-lo e tocar adiante esse projeto que prioriza garantir direitos”, finalizou o governador.

*Estagiária sob a supervisão da editoria