Fotos: Cortesia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Mulher denuncia agressão após declarar voto

Neste domingo (07), uma mulher identificada como Julyana Rezende Ramos Paiva foi agredida com um soco no rosto após declarar voto a um candidato a presidente da República. O fato aconteceu próximo a Escola Municipal Padre Pinho, no bairro de Cruz das Almas, em Maceió.

Em entrevista ao Cada Minuto, a vítima relatou que estava indo a pé ao seu local de votação quando um carro ocupado por três pessoas, dois homens e uma mulher, parou e grupo perguntou em qual candidato a mulher votaria. Ao declarar seu voto, contrário ao do trio, a mulher contou que os autores da agressão desceram do carro e a agrediram com socos e chutes.

“Com certeza terão outras vítimas... Foi tudo muito rápido. Eu estava indo votar porque eu sou fiscal no bairro de Jacarecica e foi justamente nesse momento que a agressão aconteceu”, explicou Julyana.

Ainda de acordo com a vítima, a delegacia do bairro estava fechada, motivo pelo qual ela ainda não registrou o Boletim de Ocorrência (BO) contra o caso, mas pretende, o quanto antes, fazer o registro do fato.

 

*Estagiária sob supervisão da editoria