E41d6f4c 1e15 435b 96c8 6ea5eb78b236

O projeto “Sexta das Artes UNEAL” encerra nesta quinta (04), no pátio do estacionamento da Universidade Estadual de Alagoas, das 18h às 21h, com a certeza que a aproximação de moradores e comunidade acadêmica à cultura local pode ser feita através de iniciativas simples, mas eficazes. Ao todo foram nove exposições (contando com esta quinta) apresentando trabalhos de pintura, desenho, escultura, música, dança, comida regional, artesanato, trabalhos manuais e cantores da terra.

 

O idealizador do projeto, Aermerson Barros, aluno formando do curso de história da UNEAL e produtor cultural local, tem uma linda trajetória junto à cultura da capital do agreste e esta iniciativa em parceria com a UNEAL é mais uma delas. Segundo Aermerson, a “Sexta das Artes” foi inspirada na antiga FeirArte, realizada na praça Luiz Pereira Lima por volta de 2002 e 2003.

 

“Naquela época os artesãos, artistas plásticos e escultores encontraram na FeirArte uma forma de mostrar seus trabalhos, mas tudo foi feito sem muita estrutura para os participantes. Aqui na UNEAL, há todo um aparato de barracas (cedidas pela secretaria de agricultura do município) e tendas, aparelhagem de som e cachê para os músicos, patrocinados pela UNEAL. Esse apoio dado é o que motiva quem expõe, já quem visita o evento se sente acolhido e tem a certeza que os shows, assim como os artistas e artesãos aqui presentes, são legítimos representantes da cultura nordestina e da produção cultural local”, finalizou.

 

Os grupo de expositores da “Sexta das Artes UNEAL” é formado em sua grande maioria por membros do coletivo “Galeria de Artes Arapiraca”, composto por jovens e representantes da velha guarda arapiraquense. Entre eles estão os artistas plásticos Cícero Brito, Cícero Dário, Zeny Alcântara, Rosenvaldo, Edmário Calixto, Evoneide Lima e Xiluva. Expondo desenhos estão Anderson Lourenço, Roberto Vieira.

 

O artesanato local está representado no evento por Wilma Costa, Lidiane Barbosa, Joselma Maria da Conceição, Maria Luiza da Silva, Edimilson Alves da Silva, Eliane Maria Barbosa, Ruan Teixeira. Os escultores locais estão representados por Jackson Lima e Aderval Monteiro da Silva Júnior.

 

Aermerson também explicou que o encerramento do evento está sendo nesta quinta-feira devido a solicitação do prédio pela Justiça Eleitoral, a partir da sexta (05), para a preparação do local para o pleito do dia 07. “Quando o projeto foi formatado, infelizmente, este detalhe não foi cogitado. Porém, este detalhe não impedirá o encerramento do projeto com “Chave de Ouro” com a entrega de certificados e troféus”, comentou.