Polyana Lima/CM Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Sede do TRE/AL

Por unanimidade, os desembargadores do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL) aprovaram a resolução estabelecendo que, durante o período eleitoral, só será permitido aos policiais civis e militares prestarem segurança particular armada a candidatos, com prévia e específica autorização conferida, exclusivamente, pelo Conselho Estadual de Segurança Pública (Conseg).

Conforme a resolução, os policiais civis e militares que forem flagrados descumprindo a determinação serão conduzidos à unidade policial mais próxima do local do flagrante.

A resolução, aprovada na tarde de quarta-feira (03), foi elaborada considerando a necessidade de garantir a ordem pública e a segurança dos candidatos e da população nas eleições gerais deste ano, especialmente no interior de Alagoas..

“Alguns juízes eleitorais narraram que a presença desses policiais portando armas de fogo em eventos nas ruas está amedrontando a população e causando uma sensação de insegurança muito grande. Apenas os policiais em serviço ou aqueles que possuam a autorização do Conseg para atuar como segurança poderão portar armas de fogo”, enfatizou o presidente do TRE/AL, desembargador José Carlos Malta Marques.

Em Alagoas, apenas o Conseg tem o poder de autorizar os integrantes das polícias civil e militar a prestarem segurança a determinadas pessoas.

 

*Com Ascom/TRE-AL