Divulgação 430968ed 88ad 458c aa2b 16518b5ca58f Facebook

Comissão de Proteção dos Dados Pessoais do Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT) vai investigar a falha de segurança do Facebook, que veio a tona na última sexta-feira (28). Ao todo, 50 milhões de usuários da rede social em todo o mundo foram afetados, o que obrigou a empresa a deslogar 90 milhões de contas.

O órgão quer saber quantos brasileiros foram afetados pela falha e quais ações estão sendo tomadas a respeito. Frederico Meinberg, o coordenador da comissão, cita no despacho que o incidente "aconteceu a menos de 10 dias do primeiro turno da eleição presidencial brasileira".

O Facebook disse à agência de notícias 'Reuters' que "ainda não foi notificado pelo MPDFT, mas que está à disposição das autoridades para prestar esclarecimentos".