Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Regis Cavalcante

O candidato a deputado federal Regis Cavalcante, do PPS, defende o abastecimento parcial do botijão de gás nos postos de combustíveis, como uma alternativa aos altos preços do produto, que pesam principalmente no bolso na população mais carente.

Ele garantiu que, se eleito, irá lutar por uma lei que obrigue a venda parcial do gás de cozinha em postos de combustíveis, para que, assim como abastecem seus veículos, os consumidores possam abastecer também seus botijões, sem necessariamente completar “o tanque”.

“Se a dona de casa não tem o valor para comprar o botijão completo, poderá abastecer parte dele, garantindo, desta forma, a refeição do dia a dia. Tecnologia para isto já existe, basta vontade política e compromisso com o povo para fazer acontecer”, afirmou, por meio de sua assessoria de Comunicação.

Em Alagoas, o preço médio do botijão de gás de cozinha está entre R$ 70 e R$ 80.

A ideia é interessante, mas é preciso atenção com a segurança. 

O que você acha?