1ae2f307 237f 4d3f ab98 7a7f101beae6

           Hoje aproximadamente 30 mil pessoas se reuniram na orla de Maceió em ato contra o candidato a presidência Jair Bolsonaro.

           A iniciativa partiu após a criação de um grupo no Facebook chamado "Mulheres Contra Bolsonaro" que em poucos dias conseguiu reunir mais de 500 mil participantes. O dia de hoje foi marcado pela mobilização em diversas cidades do Brasil que reagiu contra o discurso de ódio do presidenciável.

           Bolsonaro tem sido responsável por grandes afrontas a democracia em seus discursos machistas, homofóbicos e  racistas permeados sempre pelo ódio e a intolerância. De acordo com declaração da ONU publicada no mês de Agosto, o discurso do candidato acerca dos Direitos Humanos configura-se como "um perigo" para certas parcelas da população no curto prazo e para "o País todo" no longo prazo.

           As mulheres alagoanas junto a comunidade LGBT+ demonstraram hoje nas ruas capacidade de organização, engajamento político e exercício da cidadania. Bem mais importante do que defender seus direitos em redes sociais é a coragem de ir a luta e resistir. Resistir a qualquer forma de desmonte, afronta e desrespeito às minorias. 

          Machistas não passarão! #Eletambemnão!

 

 

Foto: Josian Paulino