Foto: Ascom
Candidatos ao Governo de Alagoas

Aconteceu na Universidade Federal de Alagoas o “Fala Candidato”, uma série de sabatinas com os candidatos aos cargos de deputado federal e estadual, senado e governo do estado. Com início na segunda-feira (17), com os candidatos aos cargos de deputado estadual e federal pelo estado de Alagoas, foi necessário uma segunda rodada para os candidatos a deputados que aconteceu na última terça-feira (25). A quinta-feira (20) foi o dia dedicado aos candidatos ao senado e na quarta (26) foi a vez dos candidatos ao governo do Estado.

 

As sabatinas aconteciam em três blocos: no primeiro, com tema livre, os candidatos se apresentavam ao público presente; no segundo bloco, com a colaboração de docentes renomados da casa para elaboração das perguntas aos candidatos, e no terceiro momento era a vez da plateia fazer perguntas. Para a professora e reitora da Ufal, Maria Valéria, “a universidade cumpre seu papel social e de extensão através do diálogo com a sociedade alagoana, ao abrir espaços como esse para o bom debate, com liberdade de expressão e de ideologia”, destacou a reitora.

 

Rodada de debates

 

Na primeira sessão, que aconteceu no dia 17, estiveram presentes os candidatos a deputados estaduais e federais Bruno Toledo (Pros), Heloísa Helena (Rede), Jó Pereira (MDB), Judson Cabral (PDT), Lu Araújo (Psol), Riso Costa (Psol), Sandra Lira (PT), Tibério Rocha (Novo), Othoniel Pinheiro (PT). A mediação do debate foi feita pelo professor do curso de jornalismo Júlio Arantes Azevedo e na mesa de honra, o professor e vice-reitor da Ufal, José Vieira, saludou os participantes, fazendo referência à importância do evento. O debate seguiu como planejado e em um momento em especial o debate se tornou mais acalorado quando discutidos assuntos como a “Escola Sem Partidos”, revelando a divergência de ideias entre os candidatos presentes.

 

Na quinta-feira (20) todos os candidatos ao senado foram convidados para participar. No entanto o evento contou com a presença de Rodrigo Cunha (PSDB), Osvaldo Maciel (PCB), Sérgio Cabral (PATRI), Cícero Albuquerque (PSOL) e Flávio Moreno (PSL). O debate foi mediado pela jornalista Lenilda Luna e contou com a presença da professora e reitora Valéria Correia, que falou sobre a importância da existência deste espaço e da iniciativa da organização do curso de Relações Públicas.  Temas como questões étnico-raciais a partir dos dados de violência urbana e a questão da segurança e mobilidade urbana foram alguns dos temas discutidos.

 

No dia (25) aconteceu uma segunda sessão de candidatos a deputado, nos quais as coligações indicaram a participação de Emerson Mamede (PCdoB), Hemerson Casado (PP), Tereza Nelma (PSDB), Ana Pereira (PT)  e Richard Manso (PODE). Participaram deste dia os professores debatedores Emerson Nascimento, coordenador do Laboratório de Estudos em Segurança Pública, do professor Elias Bonifácio, pesquisador da área de saúde pública.

 

Encerramento

 

O “Fala candidato” da quarta-feira (26) trouxe os candidatos ao governo do estado: Basile Christopoulos (PSOL), Josan Leite (PSL) e Pinto de Luna (PROS) para discutir suas propostas de governo.  O atual governador e candidato à reeleição, Renan Filho (MDB) não pode comparecer ao evento. O debate foi mediado pela jornalista e coordenadora de comunicação da Assessoria de Comunicação da Ufal, Lenilda Luna. “Universidade por excelência é o local da arena de debates, é importantíssimo ter esse espaço aqui para debater as candidaturas ao governo do estado e esse momento é de extrema importância para que as pessoas possam avaliar as propostas dos candidatos e que mais atendam aos ideais democráticos” destacou o candidato do PSOL, Basile Christopoulos.

 

Assuntos de interesse público ao estado de Alagoas, como economia alagoana e brasileira, tendo como ênfase as dívidas públicas do estado e defesa da universidade pública foram postas para discussão juntamente com questões urgentes da política brasileira como a reforma da previdência e a PEC 95 entre outros. O candidato Pinto de Luna, do PROS, destacou a importância desse momento que está tão próximo ao pleito: “Eu acredito que o debate livre, aberto só dignifica a democracia e nós temos que debater principalmente com essa juventude e a universidade pública que é um espaço de engrandecimento político e de conhecimento. Essas sabatinas, assim como os debates, são de suma importância para sairmos da mesmice”, falou.  Para o candidato do PSL Josan Leite, o ambiente universitário é propício para os debates: “É uma oportunidade muito boa para que a gente venha à Ufal, é uma honra muito grande debater com professores e estudantes num ambiente que a gente tem muito carinho de estar aqui onde tem a tecnologia, a ciência, a educação, aqui é onde fervilha o conhecimento e é aqui onde temos que ter as discussões de ideias já que o ano que vem teremos um governante tomando conta dos destinos do nosso estado”, finaliza o candidato

 

Para a coordenadora do curso de Relações Públicas e do projeto Fala Candidato, professora Manuela Callou, o evento representa os ideais da Ufal: “Este evento não é só a apresentação de um ou de vários candidatos a diferentes áreas do governo federal e estadual. Representa os ideais que a nossa universidade defende assim como também representa altos valores da democracia, próprio das sociedades mais avançadas”, afirmou.

 

O projeto “Fala candidato” está sendo idealizado e executado pela coordenação do curso de Relações Públicas da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), juntamente com a Agência Experimental de Relações Públicas (Agerp), a Agência Júnior Comunique-se, o Coletivo Plural e com os centros acadêmicos de direito Guedes de Miranda (CAGM, Gestão Voz Ativa).