Foto: Divulgação PF D3cb1baf ed57 408d 9412 5fba0a856ac6 Polícia Federal cumpre mandados de prisões em hotel de luxo, em Maceió

Três lideres de uma organização criminosa que atuava no contrabando de armas e cigarros foram presos na manhã deste sábado (22) em um resort localizado em Maceió. O trio era alvo de uma investigação da Polícia Federal (PF) e foram detidos durante operação deflagrada em Alagoas e mais outros quatro estados.

 

Segundo informações da PF, o trio foi preso em um hotel de luxo onde estavam hospedados, com parentes e amigos, para participarem da festa de casamento de um deles. As identidades dos presos não foram divulgadas.

 

Denominada de Nepsis, palavra de origem grega que significa vigilância e sobriedade, a operação foi realizada nos estados de Alagoas, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro. Militares da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Policia Militar (PM) e Polícia Civil (PC) do Mato Grosso foram presos por envolvimento no crime.

 

Além dos três acusados presos em Maceió, outro líder da organização criminosa foi preso no Mato Grosso do sul. Ao todo 29 mandados de prisão foram cumpridos e armas, munições, celulares, dinheiro e outros objetos foram apreendidos.

 

Ainda de acordo com a PF, a organização agia há cerca de dois anos e teriam formado um consórcio de grandes contrabandistas. A estimativa é de que 1.200 carretas carregadas de cigarros para as regiões sudeste, centro-oeste e nordeste tenham sido enviadas pela quadrilha, totalizando mais de R$ 1,5 bilhão.

 

Leia mais: PF deflagra operação de combate ao contrabando de cigarros e corrupção policial em ALe mais quatro estados

 

*Com G1/ MS