Ced54460 1333 4bbd 8baf c4d815cbed02

Um casal de alagoanos foi preso nesta sexta-feira, 21, em Aparecida de Goiânia, no estado de Goiás. A dupla é acusada da autoria do assassinato de Maria Eduarda Marques as Silva, 11 anos, em 2013, no município de Dois Riachos, Sertão Alagoano.

Segundo informações da Polícia Civil, a menor era irmã adotiva de Rosineide Rosa Xavier Lemos que junto com o marido, Marcos Roberto Paulino Lemos, teria assassinado a menina a facadas para ser a única herdeira do pai e ficar com a herança.

Ainda segundo a polícia, Rosineide e Marcos chegaram a ser presos na época, mas como estavam cumprindo mandado de prisão temporária foram postos em liberdade. Após exame da perícia que identificou sangue da menor no carro de Marcos, a prisão foi novamente decretada, mas a dupla já havia deixado Alagoas.

Maria Eduarda foi morta a facadas e teve os dedos de uma das mãos cortados. O crime aconteceu no dia 11 de dezembro de 2013, na residência do pai, que era dono de um supermercado, em Dois Riachos.

O casal tinha mandado de prisão em aberto desde 2014 e deve ser transferido para Alagoas, onde deve responder por homicídio duplamente qualificado.