Crédito: Secom Maceió 2634177f 3e50 4728 b83b 05d553acbeea Rua fechada

A nova setorização do Programa Domingo de Lazer será lançado no próximo domingo (23), na orla de Ponta Verde. O ato está marcado para as 10h, com a presença do prefeito Rui Palmeira e do secretário municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social, coronel Ivon Berto.

A reorganização será feita com a ampliação e setorização do espaço da Rua Fechada. Além de ganhar mais 160 metros, o espaço da Avenida Sílvio Viana será delimitado com cones e sinalização de áreas, que serão reservadas conforme a atividade: uma faixa da rua será destinada à circulação de skates, bicicletas e quadriciclos e outra área será reservada ao público infantil, com brinquedos infláveis, ações lúdicas e educativas.

O objetivo da setorização é garantir segurança às famílias, prevenindo acidentes que aconteciam com a falta de delimitação. Além dos cones, as áreas estarão sinalizadas por bandeirolas coloridas, informando a finalidade da área demarcada.

Durante esta semana, foram feitas reuniões entre a Semscs e os trabalhadores da região da Rua Fechada para alinhamento sobre a reorganização do espaço. Na última quarta-feira (19), o coordenador-geral de Controle de Atividades no Espaço Público e de Processos Especiais, coronel Adilson Bispo, recebeu os comerciantes que trabalham com brinquedos e equipamentos infantis, além dos vendedores de lanches.

Na ocasião, os comerciantes de skates e quadriciclos foram alertados sobre o local onde será permitido o trânsito de pessoas com esses tipos de veículos. Já com os trabalhadores do segmento alimentício, foi discutida a padronização das vestimentas, além de serem repassadas orientações sobre questões de higiene e da qualidade dos produtos comercializados.

“Conversamos com os trabalhadores do trecho do Domingo de Lazer para estabelecer posicionamentos, visando a melhor organização daquele trecho. Estamos conversado com todos há meses. Essa foi a conversa final, para que tudo transcorra na mais perfeita ordem e tranquilidade”, disse o coordenador.

A reorganização do espaço conta com o apoio dos trabalhadores, que entendem a importância de ter um local de trabalho organizado e bem administrado. O comerciante Edvaldo do Carmo aluga skates eletrônicos há pouco mais de quatro meses e destacou o trabalho como sendo positivo. “A orla estava num processo complicado, com brinquedos e pessoas ocupando o mesmo espaço e ficava difícil. Essa nova organização da Rua Fechada vai beneficiar tanto os trabalhadores como a população também, organizando o espaço que cada público vai ocupar”, afirmou. “A gente tem todo o apoio da Prefeitura. A Semscs sempre escuta as nossas solicitações e reúne os ambulantes, vendo o que é melhor para nós e também para a Prefeitura. É um trabalho em parceria”, acrescentou Kátia Martins, vendedora de lanches.

*Com Secom Maceió