Ilustração 1297709105hu Hospital Universitário

Após uma paciente denunciar um funcionário do Hospital Universitário (HU), a polícia vai indiciá-lo por estupro. O suspeito [que não teve o nome divulgado] foi ouvido na Delegacia da Mulher, nessa quinta-feira (13) e negou as acusações.

Segundo a Chefe de Operações da delegacia, Zeina Oliveira, diante das declarações da vítima, a delegada Cássia Mabel vai indiciá-lo por estupro.

Em entrevista à Tv Gazeta, a paciente relatou o caso e disse que durante o exame de raio-x o suspeito teria trancado as portas do local e abusado dela.

“Ele pegou no meu rosto e deu um beijo na minha boca. Ele abriu o zíper, botou o pênis para fora, pegou na minha mão esquerda para eu pegar no pênis dele e fazer aquele ato de se masturbar”, afirmou a vítima em depoimento.

Em nota, o Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (Hupaa) informou que tomou conhecimento, por meio da Ouvidoria, da denúncia de assédio que teria acontecido na unidade. O Hupaa-Ufal garante que está executando todas as providências cabíveis, visando apurar e esclarecer o fato, como já iniciou formalmente todos os procedimentos que competem, neste momento, ao HU. Além disto, eles ressaltaram que informações sobre o caso são de responsabilidade da Ufal.