Cada Minuto 842797cb fb47 4404 89f4 c6dbc54e12dd "Produzam porque a compra está garantida", JC

A prefeitura de Palmeira dos Índios está lançando o Programa Terra Arada (PTA) 2018 para beneficiar os agricultores familiares da cidade. A iniciativa é do prefeito Júlio Cezar (PSB) numa iniciativa pioneira coordenada pela secretaria municipal de Agricultura.

 

O programa, que já está em vigor na Terra de Xucurus, beneficia pequenos produtores com até quatro tarefas de terra. A proposta é levar a máquina agrícola (trator) da prefeitura para a roça, sem custo para o produtor rural.

 

Terra Arada

 

“É o trator da prefeitura de Palmeira na roça do pequeno agricultor e o melhor: gratuitamente. Eles sabem que agora tem apoio, tem governo e prefeito”, disse entusiasmado o prefeito Júlio Cezar.

 

Esta é a segunda etapa do Terra Arada. Em 2017, o PTA arou mais de 130 mil tarefas de pequenos agricultores que possuem até cinco tarefas de terra. Neste ano, seis tratores farão o trabalho em cerca de 30 comunidades rurais do município, com o objetivo de preparar a terra para o plantio de sementes, que em breve serão distribuídas com recursos próprios da prefeitura de Palmeira, em parceria com o Governo do Estado.

 

Ao pequeno produtor 

 

A secretária de agricultura, Manuella Barbosa, destacou a importância da retomada do PTA. Ela lembrou que o principal objetivo do programa é beneficiar os trabalhadores do campo que mais necessitam das políticas públicas.  

 

"Esse programa é muito importante, pois beneficia o pequeno agricultor que precisa arar a sua terra e nem sempre tem o recurso para usar as máquinas. Só lembramos que são apenas cinco tarefas por família e esperamos a compreensão de todos. O nosso objetivo é ajudar aqueles que mais precisam", ressaltou Manuella Barbosa.

 

Já o prefeito Júlio Cezar lembrou que garantir a produção de alimentos do pequeno agricultor é um compromisso de sua administração.

 

“E isso tudo começa com a aragem das terras. Hoje, acordamos cedo e com mais esperança, como faz o agricultor, todos os dias. Precisamos garantir que o agricultor familiar produza os alimentos para a merenda escolar, onde o filho do agricultor tem esperança de se alimentar e estudar para no futuro ser um bom profissional. Tudo isso não é uma bondade do nosso governo, mas uma política pública necessária para o agricultor, que merece”, garantiu o prefeito.