Cortesia assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Bombeiros

Uma comissão formada por candidatos ao Concurso do Corpo de Bombeiros, que foram reprovados nos testes físicos, ocorridos no começo deste mês, esteve na sede da Defensoria Pública do Estado solicitando auxílio para que os resultados sejam revistos. Eles alegam que diversas irregularidades durante a aplicação do teste resultaram na desclassificação dos candidatos por segundos. 

De acordo com grupo, que foi ouvido pelo coordenador do Núcleo de Direitos Coletivos e Humanos da Defensoria, Djalma Mascarenhas Neto, diversos problemas, como o material utilizado para medir o tempo das provas, cronômetros analógicos, e a falta de medição do tempo individual de alguns provas são erros que podem ser destacados na aplicação do teste. 

A Defensoria Pública oficiará os órgãos responsáveis para colher maiores informações sobre a aplicação do teste e tomará as devidas medidas cabíveis, caso seja necessário.