A Câmara Municipal de União dos Palmares recorreu à Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Alagoas, para denunciar um caso de espancamento praticado por policiais militares do Pelopes contra o menor A. C., de 16 anos. O presidente da Câmara Municipal daquele município, o vereador Edvan Correia Santos, e mais outros nove vereadores encaminharam ofício ao presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/AL, Gilberto Irineu, relatando o caso de espancamento ocorrido no último domingo (27), na Avenida Monsenhor Cloves Duarte Barros, em frente agência bancária da Caixa Econômica Federal. De acordo com o ofício, a guarnição do Pelopes era comandada pelo policial militar João Francisco.

Os vereadores contam no documento que o caso teria acontecido por volta das 23h30, próximo à agência bancária. Segundo o ofício, os policiais do Pelopes teriam abordado um grupo de aproximadamente 20 pessoas, entre menores, jovens e adultos. Ainda de acordo com o documento, um policial militar teria encontrado, durante abordagem, uma faca com A. C. que também estava com o grupo.

Os representantes da Câmara de União dos Palmares revelam que a sessão de espancamento teve início no momento em que o policial militar havia apreendido a faca com o menor.

“O policial sem dar uma explicação sequer passou a agredir fisicamente o menor lhe desferindo várias pancadas, chegando a lhe bater inclusive com a lâmina da faca que tinha sido apreendida”, relata os vereadores no ofício. “Como se não bastasse o menor foi algemado e colocado na mala da viatura”, completa.

Os vereadores contam ainda que o advogado Marcos Paulo Rodrigues de Oliveira, que estava presente no momento em que aconteceu o fato, acabou sendo agredido verbalmente pelos militares só porque perguntou o motivo das agressões.

Além do presidente da câmara, Edvan Correia, subscrevem o ofício os vereadores Alan Elves Vieira de Oliveira, Almir Belarmino da Silva, Benedito José dos Santos, Bruno Leitão Praxedes, Cícero Aurélio da Silva, Gildo Silva Brito, Júlio Paulino Filho, Manoel João Feliciano e Roberto Fabian Bento Holanda Cavalcante.