Hospital Arthur Ramos

Após a reportagem do Cada Minuto ter acesso a denúncia da filha de um paciente de um hospital particular de Maceió que afirmou ter recebido uma ligação de um falso médico pedindo uma quantia em dinheiro alegando que o paciente precisava realizar um procedimento, uma internauta que também mora na capital divulgou em seu perfil no Facebook ter sido vítima do mesmo tipo de tentativa de golpe na última sexta-feira (18).

De acordo com o desabafo da internauta, a avó dela está internada na UTI do Hospital Arthur Ramos. Ela afirmou que recebeu uma ligação de um homem que dizia se chamar Marco Aurélio e que era médico na unidade de saúde.

O falso doutor afirmou que o quadro de saúde da avó da internauta tinha piorado e que a equipe médica do hospital teria que tomar providências para contornar a gravidade da suposta situação, pois os exames teriam detectado uma infecção em dois órgãos da paciente.

Após a assustar a família da vítima, o falso médico cobrou um determinado valor, que a internauta afirmou ter sido alto, para realizar exames de tomografia.

Ao ligar para o hospital, a família da paciente constatou que teria sido vítima de uma tentativa de golpe e que não havia nenhum médico no local com o nome de Marco Aurélio.

Esse é o segundo caso envolvendo o hospital e com o mesmo tipo de tentativa: o falso médico – que tem acesso aos dados dos pacientes – diz que o enfermo tem um tumor próximo ao fígado e ao pâncreas e que está com uma infecção no sangue.

De acordo com o delegado Antônio Edson, titular do 4º Distrito Policial (DP), esse é um novo tipo de golpe que está sendo praticado em Maceió. Segundo ele, o DP não recebeu nenhum tipo de denúncia relacionada a isso.

Segundo o delegado, o fato dos golpistas terem acesso a situação de saúde dos familiares pode caracterizar a quebra do sigilo médico, que é considerado um crime.

Em nota, o hospital Arthur Ramos, disse que não solicita qualquer tipo de pagamento ou depósito para crédito em nome de terceiros. Confira a nota na íntegra:

O Hospital Memorial Arthur Ramos informa que não solicita qualquer tipo de pagamento ou depósito para crédito em nome de terceiros. Como medida de segurança, orientamos aos nossos clientes entrar em contato com o setor financeiro pelo telefone 2123-7090, para o esclarecimento de qualquer dúvida. Tal orientação está explícita em nosso site, além de ser reforçada por nossos colaboradores durante o atendimento.

Ao Cada Minuto, a assessoria de comunicação do Conselho Regional de Medicina de Alagoas (Cremal), afirmou que esse tipo de golpe tem sido comum em vários estados do país e que o conselho não pode intervir por se tratar de falsos médicos, o que faz com que as investigações sejam por parte da Polícia Federal.

A reportagem do Cada Minuto vem tentando contado com a Polícia Federal desde sexta-feira (18) quando recebeu a primeira denúncia, entretanto, não obteve êxito.

*colaborador