O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, felicitou hoje o chefe de Estado equatoriano, Rafael Correa, pela saída das tropas americanas da base de Manta, no Equador.Chávez advertiu, no entanto, que a ação "humilhou a enorme prepotência dos ianques e jamais vão perdoar Correa por isso".


"Vão continuar conspirando contra ele e vão fazer todo o possível para que a revolução cidadã fracasse", afirmou o presidente venezuelano.


Segundo Chávez, os americanos vão montar na Colômbia um extraordinário sistema de monitoramento e de inteligência contra a Venezuela e o Equador.


Esse sistema, como explicou Chávez, seria o eixo do acordo secreto alcançado pela Colômbia e os EUA para que tropas americanas utilizem sete bases em território colombiano.