Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Arapiraca

Enquanto o ministro Mauricio Quintella, o governador Renan Filho e os candidatos a prefeito de Arapiraca vendem o aeroporto de Arapiraca como uma prioridade ou como uma obra importante, a real situação do projeto é bem diferente e destrói o discurso de que os políticos estejam se “esforçando” para realizar alguma coisa nesse sentido.

Quintella falou em um comício do seu candidato Tarcisio Freire que iria inaugurar o aeroporto, mas Arapiraca perdeu uma janela importante ao ser preterido em uma relação de novos aeroportos por, segundo o ministro, não ter projeto.

O governador Renan Filho, que participou de uma peça de marketing dirigindo um veículo com o seu candidato a prefeito, Ricardo Nezinho, onde diz que o aeroporto é prioridade e que já mandou o estudo com as seis áreas que ele pode ser feito, dando a entender que falta o esforço do ministro.

Já o terceiro candidato a prefeito, Rogério Teófilo, se disse indignado com Arapiraca ter sido preterido , mas tem como cabo eleitoral o ex-governador Teotônio Vilela, que passou oito anos prometendo o aeroporto e segundo Renan Filho, sequer fez o projeto.

Então, para Arapiraca seria bom que Renan Filho e Mauricio Quintella se unissem, esquecessem por um momento a campanha e juntassem as forças para agilizar o aeroporto. Temos um governador forte, filho do presidente do Senado, e um ministro alagoano a frente da pasta que resolve estas questões sobre o aeroporto. Talvez esta seja a melhor e a única chance para Arapiraca ter este aeroporto. Senão na próxima campanha, e na próxima, e na próxima.