Adaílson Calheiros/Agência Alagoas Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Joaquim Brito é secretário de Assistência Social

Após a decisão do Partido dos Trabalhadores de romper com o governador Renan Filho, o ainda secretário de trabalho Joaquim Brito, que apesar de ser da direção estadual não teve direito a voto, rompeu o silêncio e criticou a decisão do diretório de seu partido dizendo que votaria contra o rompimento.

O diretório do PT aprovou por unanimidade, 10 votos a zero, o rompimento com a gestão. Em tese Joaquim e outros comissionados do partido deveriam entregar seus cargos. Mas na prática, talvez não seja isto que aconteça.