Valdir Rocha/ Ascom SEE Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Adriano Soares

O advogado alagoano Adriano Soares, um dos mais respeitados em sua área no país e constantemente citado em votos de ministros do STF  foi irônico ao comentar a decisão do Senado e do presidente do STF em “fatiar” a inabilitação política de Dilma de seu impedimento por crime de responsabilidade.

“Caros, sobre a inabilitação já disse: é efeito anexo, pena acessória, automática. Não é autônoma. Cassado, inabilitado está. O meu senso pessoal de misericórdia não se confunde com o que juridicamente está posto no ordenamento jurídico. Eis o ponto”

O detalhe é que Adriano Soares fez um livro sobre o tema que é referência na área chamado Inabilitação para Mandato Eletivo.