Ilustração Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O gerente da Agência Previdência Social em Penedo, Ernande Gama Pinheiro, acionou a polícia que autuou em flagrante José Gomes da Silva Filho (56), que tentava obter benefício assistencial portando documentos falsos em nome de João Batista da Silva.

A prisão ocorreu às 17h30min de segunda-feira (14) e o acusado continua detido na Delegacia de Polícia Civil do Município aguardando transferência para a Polícia Federal, em Maceió. O município de Penedo fica a 163km de Maceió.

Suspeitando da documentação apresentada por um cidadão e do seu nervosismo e insegurança no momento da entrevista para habilitação de um benefício, o gerente do INSS acionou a polícia local. Ao perceber que foi descoberto, o cidadão confessou que uma pessoa conhecida como Gilson, do Bairro Vitória, lhe abordou com a proposta dele se passar por outro, entregando-lhe uma certidão de nascimento e que, juntos, foram até a cidade de Arapiraca onde conseguiram tirar os demais documentos: carteira de identidade, carteira profissional, CPF e titulo de eleitor.

Diante da tentativa de fraude confirmada, o delegado de plantão da Polícia Civil de Penedo, Antônio Edson, lavrou o auto de prisão em flagrante, por tentativa de estelionato e uso de documentos falsos contra o INSS. Nestes casos, a delegacia encaminha cópia do auto de prisão à Justiça que se encarrega de notificar à Polícia Federal.

Esta é a terceira prisão ocorrida este ano na cidade de Penedo, como resultado da ação habilidosa dos servidores do INSS na identificação de tentativa de fraude contra o INSS.

José Gomes da Silva tentava receber do INSS o benefício assistencial para idosos. Tem direito a esse benefício os idosos a partir de 65 anos, que não possuem renda própria e que a renda percápita seja inferior a ¼ do salário mínimo.