Preso fazendeiro suspeito de homícidio e acusado de forjar a própria morte

Gabriela Flores*|
Radjalma Tenório Cavalcante
Radjalma Tenório Cavalcante / Arquivo

Nesta quarta-feira, dia 10, agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) prenderam o fazendeiro Radjalma Tenório Cavalcante, 56, na sua residência situada no bairro de Ponta Verde. No momento da prisão o acusado de forjar a própria morte para receber um seguro de mais R$ 500 mil, estava portando uma arma de fogo.

O mandado de prisão do acusado está aberto desde 1998 e foi renovado em outubro do ano passado. Segundo informações da assessoria de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP), em 1998, um corpo carbonizado foi encontrado dentro de um carro na AL – 101 Sul, que seria do vaqueiro identificado como Jô. No veículo foram encontrados pertences do fazendeiro. 

Segundo informações, o fazendeiro teria passado um tempo fora de Alagoas, mas após uma investigação mais detalhada das forças de segurança, foi localizado em seu apartamento, no Edifício Panamá, ao lado do Colégio COC, e levado para a Central de Flagrantes I, no bairro do Farol.

 O mandado de prisão foi expedido pelo juiz André Avancini D’Ávila, da Comarca de São Miguel dos Campos com validade até 2038.

*Com Ascom SSP

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados