Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Alagoas: apesar das belezas naturais, dificuldades para ser um bom ambiente de negócios

O turismo é um forte segmento que influencia diretamente a economia de todo um estado. Em Alagoas, ele possui uma importância crucial e tem caminhado no sentido oposto ao da crise existente no país, apresentando um crescimento dos indicadores no primeiro semestre deste ano.

Segundo dados da Infraero, da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) e do Boletim de Ocupação Hoteleira, Alagoas apresentou um aumento do número de turistas durante os primeiros seis meses de 2016, quando comparado ao mesmo período do ano passado. “Esses indicadores positivos só reiteram todo o potencial turístico de Alagoas. Mesmo com a retração econômica, devido a atual crise política, os destinos alagoanos continuam sendo procurados”, explica o Superintendente de Turismo da Sedetur, Paulo Kugelmas.

De janeiro a junho de 2015, exatos 977.993 passageiros passaram pelo Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Maceió. Em 2016 o número aumentou para 990.020. Houve um crescimento de 6,54% do fluxo de passageiros, o que vai de encontro à tendência nacional, que tem apresentado uma queda na demanda de voos domésticos nos aeroportos brasileiros.

De acordo com o último levantamento feito pela Associação Brasileira de Empresas Aéreas (ABEAR), divulgado em maio, o total de viagens internas no país apresentou uma baixa de 8,2%, o que significa - em valores absolutos - uma perda de pouco mais de 3,2 milhões de passageiros, na comparação com os 5 primeiros meses de 2015.

Os hotéis de Alagoas também apresentaram um aumento das estatísticas. A taxa de ocupação hoteleira foi de 68,9% contra uma taxa de 65,4% do primeiro semestre do ano passado, crescendo 5,3%.

“Tudo isso nos deixa orgulhosos, pois conseguimos evoluir graças às atividades desenvolvidas pela Sedetur juntamente com todos os parceiros do segmento. Toda essa evolução amplia as perspectivas para o turismo do estado, possibilitando a realização de novas ações que venham destacar Alagoas no cenário turístico do Brasil”, ressalta o Superintendente.