Ascom - TJ/AL Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Washington Luiz: a concessão de liminar causaria oneração aos cofres públicos

A reportagem do Fantástico sobre os processos que o desembargador Washignton Luiz sofre no CNJ trouxe a revelação que o presidente afastado do TJ-AL foi gravado pela PF tentando paralisar o andamento dos professos .

Apenas dois telefonemas foram revelados na reportagem, envolvendo os juízes Orlando Rocha e a juíza Fatima Pirauá, presidente da Almagis.

O mundo jurídico especula fortemente quais outros telefonemas, quem são os envolvidos e de que tratam. Uma coisa é certa . O judiciário alagoano nunca mais será o mesmo.