Assessoria - TJ Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Mutirão da Cidadania esteve em oito comarcas-sedes em todo o Estado durante o ano de 2009

A próxima sexta-feira (11) marcará o encerramento das atividades do Mutirão da Cidadania da Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal) durante o ano de 2009, no município de Palmeira dos Índios. Em oito comarcas-sede, o Mutirão beneficiou milhares de alagoanos em diversos municípios, atendendo ao objetivo principal do evento: levar Justiça e cidadania para as pessoas com pouca renda que têm dificuldade de se locomover até Maceió para usufruir dos serviços oferecidos pelo Poder Judiciário.

Centenas de coletas de amostras de sangue para a realização de exames de DNA, milhares de jovens estudantes beneficiados com as palestras do Programa Cidadania e Justiça na Escola e dezenas de servidores do Poder Judiciário capacitados com cursos específicos sua áreas de atuação são o saldo mais que positivo das edições do Mutirão da Cidadania da Esmal em 2009.

“Não dá pra mensurar a importância e a abrangência dos Mutirões da Cidadania com números, pois só quem participou de nossas atividades e resolveu pendências com a Justiça pode dizer o quanto é fundamental para os moradores do interior do Estado o deslocamento da estrutura da Esmal para os municípios”, enfatizou a juíza coordenadora de Projetos Especiais da Esmal, Fátima Pirauá.

Segundo o juiz João Dirceu Soares Moraes, coordenador de Cursos para Servidores da Esmal, a capacitação dos funcionários da Justiça que atuam nas comarcas do interior é um grande benefício para os jurisdicionados. A população, de acordo com o magistrado, “é a grande beneficiada com o treinamento constante dos servidores do Judiciário. Estamos sempre preocupados com a capacitação técnica e a melhoria no atendimento aos que necessitam da Justiça em todo o Estado”.