Este sete de setembro marca os 96 anos de fundação do Centro Sportivo Alagoano, o CSA, que para muitos continua sendo o time das multidões. E o clube que mais conquistou títulos na história do futebol de Alagoas.
O CSA surgiu através de um grupo de desportistas, liderado por Jonas Oliveira, inicialmente ficou conhecido como Centro Sportivo Sete de Setembro, em homenagem a sua data de fundação. Dois anos após sua fundação, aconteceu a primeira modificação. Passou a se chamar Centro Sportivo Floriano Peixoto, em 1915, numa homenagem a José Floriano Peixoto, atleta alagoano de destaque nacional. E no dia 13 de abril de 1918, o time mudou mais uma vez a sua razão social, tornando-se definitivamente o Centro Sportivo Alagoano.
Em que pese ter sido campeão alagoano no ano passado, essa conquista não serviu de incentivo para a sua diretoria e o que se viu um ano depois foi o fracasso do time no Campeonato Alagoano, ao ser rebaixado para a segunda divisão, o que aconteceu pela segunda vez na história gloriosa do Azulão.
No noticiário sobre essa importante data, o fato a destacar (?) é um mutirão de limpeza no Estádio Gustavo Paiva, palco de tantas e memoráveis conquistas. Assim mesmo, numa iniciativa da sua torcida.
O mutirão de limpeza deveria ser feito, sim, no Conselho Deliberativo, com o afastamento daqueles que nada fazem pelo clube, e na própria diretoria executiva, varrendo quem não trabalha com o amor que o clube merece.
Infelizmente é isso que temos a comentar nessa data, que deveria ser de festa como foi em outras ocasiões.

DOIS TOQUES

* A semana mais importante do ASA começa com uma certeza: o time só não contará com o atacante Nena no primeiro jogo da decisão da Série C do próximo domingo, no Municipal, contra o América Mineiro. O técnico Vica terá todos os demais atletas à sua disposição. Muito bom para o grupo, que segue forte como nunca em busca do inédito título.

* O Brasil, após a estupenda vitória de 3x1 sobre a Argentina, tornou-se a sétima seleção classificada para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. É também a única seleção a participar de todas as 19 copas. Além do time comandado por Dunga, estão garantidos para o Mundial, a África do Sul (anfitriã), Austrália, Japão, Coréia do Sul, Coréia do Norte - todos pela Ásia -, além da Holanda (Europa). Na América do Sul, outros dois países que continuam muito próximos de carimbar o passaporte para a Copa são Paraguai e Chile. O feito pode acontecer já na rodada do meio de semana.