O Hemocentro de Alagoas (Hemoal) apela para doação voluntária de sangue no sentido de reabastecimento o estoque da unidade. O órgão não dispõe de sangue suficiente para atender àqueles que necessitarem de sangue durante o feriadão da Independência, dia 7.

Por esta razão, uma equipe multidisciplinar do órgão realiza, nesta sexta-feira (4), coleta itinerante na Usina Capricho, em Cajueiro. No sábado, o Hemoal estará aberto das 8h às 12h, bem como o Hemocentro Regional de Arapiraca (Hemoar), que está situado na rua Geraldo Barbosa Lima, no Centro de Arapiraca.

Faltando um dia para o início do feriado prolongado, o hemocentro alagoano dispõe, nesta quinta-feira (3), de apenas 115 bolsas de sangue, quando seriam necessárias, no mínimo, 300 para atender a demanda.

“Para se ter ideia da situação, o Hemoal só dispõe de apenas uma bolsa das tipagens O, B, A e AB negativas. Realidade que só pode ser revertida por meio da doação voluntária. Quem já teve um familiar necessitando de sangue sabe do apelo que estamos fazendo, sabe a importância da doação e da angústia que a falta de sangue representa”, afirmou a diretora do Hemoal, Verônica Guedes.

Para se candidatar à doação, o voluntário deve estar em perfeito estado de saúde, deve ter no mínimo 18 anos de idade e 50 kg, além de portar um documento de identificação com foto.

O candidato também não pode ter contraído hepatite após os 10 anos, sífilis, Aids e doença de Chagas e, no caso de gestantes e lactentes, é proibida a doação, mas, para os que irão repetir o gesto de solidariedade, estipula-se um prazo de dois meses para os homens e três para as mulheres.