Integrantes da Secretaria Municipal de Abastecimento (Semab), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e Aliança Comercial dos Retalhistas tiveram a oportunidade, nesta quinta-feira (3), de conhecer as potencialidades do Parque Municipal de Maceió. Eles foram os convidados de mais uma edição do projeto Café no Parque, promovido pela Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma), que, com essa iniciativa, vem buscando dar maior divulgação ao local e estabelecer parcerias com empresas e entidades.

Acompanhados do secretário Ricardo Ramalho, os visitantes percorreram as principais trilhas ecológicas do parque, até chegarem ao centro de produção de mudas, batizado de Canastrium Alagoanum, nome de uma bromélia nativa do Estado.

No viveiro são cultivadas 25 espécies de plantas, que são utilizadas no projeto de arborização de Maceió. O trabalho já resultou no plantio de 200 mil mudas até agora.

Ramalho explicou que a secretaria vem utilizando um novo método para o crescimento das mudas, com a utilização de garrafas PET cortadas ao meio, que funcionam como estufa individual de cada muda.