Familiares e colegas de profissão lamentam morte de radialista Tony Lima

  • Redação
  • 03/09/2009 06:37
  • Maceió
Tribuna de União

A morte repentina do radialista e secretário de comunicação do município de União dos Palmares, Tony Lima, pegou de surpresa familiares, amigos e colegas de profissão. O radialista morreu ontem à tarde após sofrer um ataque cardíaco fulminante durante uma partida de futebol na cidade.

“O clima entre nós que jogávamos como ele era amistoso e de descontração. No exato momento em que Tony fez um gol e retornava para o seu lado do campo com os outros companheiros de equipe, caiu de bruços. Fui o primeiro a me aproximar e notei que ele roncava de modo diferente. Entrei no campo com o carro e o colocamos dentro. Acredito que em menos de cinco minutos chegamos ao hospital, mas já era tarde, Tony estava morto”, disse Adeci Ângelo.

Após a confirmação da morte, parentes e amigos ficaram incrédulos com a notícia. Dezenas de pessoas se deslocaram ao hospital. Tony Lima era uma pessoa destacada e conhecida nos meios sociais palmarinos.

Profissionais lamentam a morte de radialista

O radialista França Moura, durante o Programa Cidadania, da Rádio Jornal, lamentou a morte do colega. França conversou com o também radialista e apresentador da TV Pajuçara, Jeferson Moraes, que também comentou sobre a partida rápida do colega de profissão. “É uma pena perdermos uma pessoa tão boa como ele. Agora o que nos resta é prestarmos as últimas homenagens e nos solidarizarmos a família”.

Já o radialista Eduardo Cardeal, da Rádio Correio, recebeu a notícia como muito pesar. “A última vez que trabalhei com ele foi transmitindo um amistoso do CSA. Tive oportunidade de participar várias vezes do programa dele na AG FM. Era uma pessoa maravilhosa, tranquila, e sempre falava isso para ele. É uma pena mesmo”.

Tony Lima foi narrador esportivo das rádios Difusora, CBN, Correio AM, Maceió AM, em Maceió, e Rádio Jornal do Comércio de Pernambuco. O radialista que era muito querido na região, além de secretário, comandava um programa de notícias na Rádio AGFM e era acadêmico de direito. Casado, Tony Lima deixa esposa e três filhos.