Reprodução TV Câmara - arquivo 13954050954781 João Caldas deu calote nos jornalistas

As duas edições do Jornal da Cultura Alagoas deixam a grade de programação da TV Farol, afiliada Cultura em Maceió, a partir desta sexta-feira (29). A emissora, que pertence ao empresário João Caldas, está em atraso com os funcionários, e os jornalistas decidiram parar as atividades até que a empresa regularize a situação.

Em nota exibida no horário do telejornal, o departamento de jornalismo deu satisfação ao telespectador informando superficialmente o que está acontecendo: Bom dia, Hoje é sexta-feira, 29 de Maio de 2015.

Informamos que a partir desta, nós do departamento de jornalismo da TV Farol, afiliada Cultura em Alagoas, vamos interromper a exibição dos nossos telejornais, Jornal da Cultura Alagoas Manhã e Noite.

Tomamos essa decisão em respeito ao público para não deixar cair o nível de produção e a qualidade do jornalismo que levamos até você.  Tão logo a empresa nos ofereça tais condições, retornaremos as apresentações dos nossos telejornais.

Agradecemos a sua compreensão e esperamos que essa situação seja resolvida o mais breve possível. Ainda nesta sexta-feira de manhã, representantes do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (SindJornal) devem comparecer a emissora para conversar com os jornalistas sobre a situação.

O primeiro jornalista a desistir foi Mário Lima. E agora mais dois decidiram não trabalhar mais: Arnaldo Ferreira que já é um profissional tarimbado com passagem na TV Band Nacional, nas rede de televisão em Alagoas: Gazeta, Pajuçara e Alagoas. O jornalista Ricardo Rodrigues, correspondente do jornal Estado de S.Paulo.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail>Bernardinosm01@hotmail.