No dias 02 e 03 de setembro, empresários de todo o país estarão reunidos no Rio de Janeiro para discutir o setor da construção civil do Brasil durante a realização do 81º Encontro Nacional da Indústria da Construção (81º Enic). O secretário do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística, Luiz Otavio Gomes, viaja hoje e participa da abertura do 81º Encontro Nacional da Indústria da Construção (81º Enic), representando o governador Teotonio Vilela Filho na solenidade.

O estado de Alagoas estará representado pelos empresários e governo do Estado com estande para conhecer as novidades do setor e divulgar o 82º Enic, que será realizado em Alagoas no próximo ano, com apoio oficial do governo do Estado por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística. Também estarão presentes ao evento os presidentes da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), José Carlos Lira, e do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon/Alagoas), Marcos Holanda, além de diversos dirigentes de entidades do setor produtivo e empresários de Alagoas.

A presença do secretário Luiz Otavio Gomes em eventos como o Enic, confirma a sinergia existente entre o governo do Estado e o setor produtivo. “A nossa missão é trazer o maior volume de investimentos para Alagoas, pois cabe ao governo o trabalho de coordenar a política de desenvolvimento com o apoio do empresariado. Tenho a convicção que o crescimento da economia ocorre com a participação direta do setor produtivo”, afirmou o secretário.

Segundo o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-Rio), Roberto Kauffmann, a participação no 81º Enic será uma oportunidade imperdível para que empresários desta indústria troquem experiências, renovem informações, projetem iniciativas, e atualizem-se em tecnologia.

Ele ainda destaca aos empresários para que aproveitem o 81º Encontro, fazendo uma “profunda reflexão sobre a realidade atual, que resulte em efetivo crescimento sustentável de nossa indústria, mostrando aos governos e à sociedade o quanto a Indústria da Construção é importante como protagonista do desenvolvimento econômico e social do país”.