Nesta segunda-feira, 31, quando se anunciaram R$ 12 milhões para obras emergenciais nas rodovias estaduais, o Estado reforçou os seus investimentos em ações de melhoria da malha rodoviária alagoana. Desde o início de 2007, foram inaugurados oito novos acessos e recuperados 70 km de rodovia e obras estratégicas serão iniciadas nos próximos meses.

Dentre as obras já concluídas estão os acessos ao distrito Bananeira (2,7 km), ao Pontal de Coruripe/AL 101 Sul (2,7 km); Jaramataia (1,2 km); Batalha (1,1 km); Limoeiro de Anadia; Complexo Agrisa Peixe(7,12 km), e São José da Laje (3 km). Também já foram inaugurados mais de 80 km de rodovia, sendo a maior parte na rodovia AL 220 (que liga Arapiraca ao Sertão), beneficiando municípios como Olho d’Água do Casado, São José da Tapera, Olho d’Água das Flores, Jacaré dos Homens, Monteirópolis, Batalha,São Miguel dos Campos e Arapiraca.

Novas obras estão em fase de conclusão, dentre as quais a inauguração dos acessos aos municípios de Cacimbinhas, Teotônio Vilela, Murici(que também contará com ciclovia) e ao povoado da Gilcelândia (em Marechal Deodoro), além da rotatória para São José da Laje.

Banco Mundial e Petrobras - A Petrobras será uma parceira do governo de Alagoas em uma obra importante, a recuperação de 27 km da estrada que liga Porto Calvo a Jacuípe, obra orçada em R$ 12 milhões, trecho agravado pelas obras do gasoduto Pilar- Ipojuca.

Já a operação de crédito junto ao Banco Mundial e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES) vai permitir a execução de mais obras nas rodovias, dentre as quais a duplicação da rodovia AL 101 Sul, que já contava com R$ 60 milhões oriundos do Ministério do Turismo, emendas de bancada e contrapartida estadual.

A obra, que prevê a duplicação de 25,8 km de rodovia da ponte Divaldo Suruagy até a Barra de São Miguel, deverá ser agraciada com R$ 78 milhões do empréstimo, o que complementa o orçamento total da intervenção, que é de R$ 138 milhões. Os trabalhos já se concentram em duas frentes; da Barra de São Miguel à Praia do Francês e da ponte Divaldo Suruagy em direção ao condomínio Laguna.

Outras ações que deverão ser agraciadas pelo empréstimo do Banco Mundial são a implantação da Alça da Flamenguinha (que vai ligar o Benedito Bentes a São Luiz do Quitunde, reduzindo a distância entre o Aeroporto Zumbi dos Palmares e o Litoral Norte); a rodovia “ribeirinha” ligando Penedo a Piranhas e os trechos de Matriz de Camaragibe a Porto Calvo e da Barra de São Miguel à Coruripe.

Segundo previsão do secretário adjunto de Infraestrutura de Alagoas, Fernando Nunes, a ordem de serviço da alça da Flamenguinha deverá ser assinada em um período de 60 dias. Neste mesmo prazo também deverá ser licitado o primeiro trecho da rodovia ribeirinha.