Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Após décadas no SBT, Gugu Liberato estreou neste domingo (30) na Record o seu "Programa do Gugu" ao vivo. "Em primeiro lugar quero agradecer a confiança que a direção da Rede Record depositou em mim. Também não posso deixar de agradecer a todos os profissionais que trabalharam comigo nesses 35 anos de carreira nas emissoras de rádio e televisão pelas quais eu passei", disse o apresentador ao iniciar o programa, que concorreu diretamente com o "Fantástico" e o "No Limite" da Globo, e seu ex-patrão Silvio Santos.

Segundo dados prévios do Ibope, na Grande São Paulo, a média de audiência foi de 16 pontos para a Record, enquanto Globo ficou com 22 e SBT com 8 pontos. O domingo também foi de estreia para a apresentadora Eliana, que voltou ao SBT após 11 anos.

Gugu começou o programa com um show ao vivo do grupo performático norte-americano Blue Man, que se apresentará em São Paulo e Rio de Janeiro em setembro. O apresentador também mostrou uma reportagem que fez em Nova York, no escritório do trio, conhecido por se apresentar pintado de azul. Ao final da apresentação do grupo, Gugu cometeu uma gafe: "Só no 'Domingo Legal' você vê o Blue Man ao vivo", disse, resgatando o nome de seu antigo programa no SBT.

Na sequência, o apresentador contou que esteve em cinco diferentes cidades do Brasil, nas quais deixou uma nota de R$ 2 em cada, com determinados números de série, que darão direito a um prêmio de R$ 20 mil. Gugu chamou apresentadores da emissora que estavam em shows promovidos pela Record nas cidades do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília, Salvador e Belém do Pará.

Depois, Gugu chamou o quadro "Dançando pra Valer", um concurso de dança que dá um carro novo para o vencedor. Os sete competidores foram avaliados por um júri formado pelos atores da novela "Bela, a Feia", Giselle Itié e Bruno Ferrari, além do humorista Carlinhos, do reality show "A Fazenda". Foram mostrados números de dança em diferentes ritmos, do funk ao forró, em apresentações individuais, duplas e grupos.

Após o final do quadro, Gugu se despediu dos atores, mas pediu para Carlinhos fazer algumas imitações, e solicitou para a produção trazer a barba e a peruca do personagem "Mendigo", feito pelo humorista. Quem chegou para trazer o acessório foi o pai de Carlinhos, que não encontrava o filho há mais de 20 anos, mas havia feito algumas aparições em programas de TV. O encontro surpresa provocou uma "saia justa" entre pai e filho, que ainda não haviam se visto desde a saída de Carlinhos do reality show "A Fazenda". "Nossos problemas não foram superados juntos", disse o humorista, visivelmente incomodado com a situação. Gugu pediu para ambos darem um abraço, ao som de uma música dramática. Carlinhos abraçou o pai, mas não chorou.

Na sequência, Gugu anunciou o número de série das notas de R$ 2 que deixou em circulação no Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília, e pediu para quem possuir as cédulas premiadas procurar a emissora. Depois, o apresentador chamou o quadro "Devo uma Nota", no qual ele ajuda uma pessoa a pagar uma dívida. Gugu contou a história de uma mulher de Petrolina, em Pernambuco, que estava em São Paulo há dois anos sem ver a filha de quatro anos, que ficou aos cuidados da tia na cidade natal. Para conseguir ganhar o prêmio, a mulher tinha de puxar uma bexiga em um túnel cheio de pregos sem estourar, em três diferentes modelos de cilindro. No último, ela estourou a bexiga e não ganhou o prêmio, mas Gugu levou a filha ao encontro da mãe, com direito a lágrimas e abraços.

O programa continuou com o quadro "Sonhar mais um Sonho", versão do novo "Programa do Gugu" para o "Construindo um Sonho" do "Domingo Legal" no SBT. A atração mostrou a história de Deusa, moradora da cidade de Jundiaí, em São Paulo. A casa dela, que estava cheia de rachaduras e buracos, foi demolida e reconstruída pelo programa em 15 dias. Neste período, a dona da casa e seu filho foram para um hotel-fazenda. A atração mostrou detalhadamente todo o processo, entrevistando os profissionais envolvidos, e também citando os patrocinadores do projeto. A entrega teve direito a um pulo de Gugu de roupa e tudo na piscina que a construção ganhou. O quadro ocupou quase duas horas da estreia de Gugu na nova emissora.

Às 23h30 Gugu deu o número de série da nota de R$ 2 premiada que ele deixou em circulação na cidade de Salvador e em Belém do Pará. Em seguida, resgatou uma atração do "Domingo Espetacular", programa que foi ao ar antes do "Programa do Gugu". Os irmãos Márcio e Marcelo, da série "Gêmeos da Pesada", que sofrem de obesidade mórbida, foram levados ao palco de Gugu, onde contaram a sua história de luta contra o peso. O apresentador anunciou aos irmãos que o programa irá reconstruir a casa deles, trazendo mais lágrimas ao palco.