“MP em ação: uma corrida para todos”. Esse é o nome da primeira prova de incentivo ao esporte que será realizada pela Associação do Ministério Público de Alagoas (Ampal), com o apoio do Ministério Público do Estado de Alagoas e da iniciativa privada. A corrida será realizada no dia 29 de março próximo, deverá contar com cerca de mil inscritos e tem como principal meta integrar, ainda mais, o MPE/AL com a população alagoana, além de possuir, também, um caráter social. Nesta sexta-feira (27), aconteceu, num shopping da cidade, o café-da-manhã de lançamento do evento.

Num bate-papo com patrocinadores, autoridades, imprensa, corredores e associações desportistas, a presidente da Ampal, promotora de Justiça Adilza Inácio de Freitas, comemorou a realização da prova e disse que, dentre outras atribuições da Associação, está a promoção e o incetivo aos membros para a prática de hábitos de vida saudáveis. “Promotores e procuradores de Justiça trabalham bastante e, portanto, vivem num grau de estresse muito grande. Então, essa corrida tem, dentre outros objetivos, o intuito de estimulá-los a praticar exercícios físicos. Além disso, nós queremos, por meio dessa atividade, aproximar ainda mais o Ministério Público da sociedade. Convidamos toda a população a participar do nosso evento”, declarou ela.

“Essa está sendo uma feliz iniciativa da Ampal. O nome MP em ação é simbólico e quer dizer que, além de estarmos vigilantes no cumprimento da lei, atuando na defesa da probidade administrativa e dos direitos sociais e individuais indisponíveis, do zelo ao patrimônio público e no combate ao crime, também estamos agindo mo incentivo de cuidar da saúde. Queremos estar em ação, no próximo dia 29 de março, ao lado de centenas de alagoanos”, afirmou o procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá.

As provas

O “MP em ação: uma corrida para todos” será um evento desportivo completo. Ele terá duas provas destinadas aos adultos, uma disputa entre pessoas com deficiência e idosos e, outra, para a criançada. E todo mundo será premiado.

Adolescentes – a partir de 16 anos - e adultos vão poder disputar duas provas: 5Km e 10Km. Para cada uma, haverá a premiação para os três melhores colocados que, ao subirem ao pódio, receberão troféus. Também haverá premiação por faixa etária: entre 16 e 29 anos; 30 e 39; 40 e 49; 50 e 59; 60 e 69 e, a partir dos 70 anos.

A largada será dada às 07h do dia 29, um domingo, da Praça Multieventos, no bairro da Pajuçara. Inclusive, antes e depois da prova, o atleta poderá aproveitar dos serviços que serão disponibilizados no stand do evento, como buffet saudável, fisioterapia desportiva e parquinho kids.

Pessoas especiais e crianças

A corrida também acontecerá para pessoas com necessidades especiais, a exemplo daquelas com baixa visão ou ausência total de visão, cadeirantes e deficientes de membros inferiores ou superiores.

Dentro da pista normal de corrida, haverá um espaço destinado a eles. Para esses participantes, a prova começará 10 minutos antes, ou seja, ás 06h50.

Já a criançada vai participar da corrida depois que os adultos saírem da pista e é importante ressaltar que os pais deverão acompanhar os meninos e meninas até o final da prova. Na categoria mirim não haverá premiação para os primeiros colocados, porém, todos os participantes serão agraciados com medalhadas.

“Para esse público específico, não é necessário fomentar a disputa agora. O importante é mostrá-lo, desde pequenos, o quanto é importante a prática da atividade física. E a medalha será o prêmio que as crianças receberão por estarem envolvidas na prova”, explicou o professor Daniel Costa, diretor técnico da Contime Assessoria e cronometragem Esportiva, empresa organizadora do evento.

Inscrições e caráter social

A corrida já tem um primeiro inscrito: é o procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá. Como chefe da instituição, ele deu o bom exemplo, cadastrou-se no site, pagou a taxa de inscrição e já garantiu sua participação na prova.

A corrida deverá contar com aproximadamente mil participantes e as inscrições deverão ser feitas no sitewww.contimeassessoria.com.br. O valor cobrado será de R$ 45,00. Ao confirmar seu cadastro, um boleto deverá ser pago para garantir a participação no evento. Idosos, pessoas com deficiência e crianças terão 50% de desconto. 

O corredor também terá que doar um quilo de alimento não perecível. O produto deverá ser entregue no dia em que ele for buscar o seu kit de corrida, que será composto de camiseta, viseira e mochila. Um chip verde – ecológico e reciclável - também será entregue ao participante. “Esse chip vai garantir que, logo após concluir o percurso, o atleta saiba qual foi a colocação dele”, acrescentou Daniel Costa.

Os alimentos arrecadados serão destinados a três instituições filantrópicas de Maceió.

A campanha

A campanha “MP em ação: uma corrida para todos” foi uma criação da agência de publicidade Rota 3. Ela será composta de site, redes sociais, outdoors e cartazes. “O símbolo da corrida são várias pessoas juntas, em posição de vitória, com as mãos levantadas. Além de mostrar o gesto de comemoração, a união do grupo passa a impressão de que todos aqueles cidadãos estão irmanados em torno das mesmas causas, que, logicamente, são as bandeiras de luta encampadas pelo Ministério Público”, detalhou Edreson Rodrigues.