O Novo Código Civil trouxe uma esperança para o proprietário de apartamento pontual e zeloso de suas obrigações, no sentido de aliviar as taxas de rateio de despesas de condomínio. No mundo jurídico, a omissão do síndico quando não é feito o seguro obrigatório do condomínio ou quando deixa de aplicar multas e juros legais de mercado, pode causar uma desvalorização de todos os imóveis, pois a taxa de condomínio sobe proporcionalmente à inadimplência não corrigida pelos juros de mercado. Este fato reflete, negativamente, no valor do imóvel no mercado.

 

Muitos síndicos lidam com os condôminos que não cumprem os deveres e, por desconhecimento da lei, acabam sofrendo as penalidades da justiça. Pensando neles, o Senac abre inscrições para o curso sobre O Novo Código Civil aplicado a Condomínios, reforçando a preocupação da instituição com o segmento de condomínios.

 

“Nossa área procura se inovar a cada semestre a fim de atender às exigências do mercado”, destaca Rosemeire Pureza, coordenadora da área de Conservação e Zeladoria do Senac-AL, que está com matrículas abertas também para outros cursos, como: Serviços de Limpeza Diária, Serviços de Jardinagem, Serviços de Limpeza de Condomínio e Organização de Armários.

 

 

Preocupada em formar profissionais para atender a segmentos com grande carência de mão-de-obra qualificada, a área de Conservação e Zeladoria do Senac proporciona ao aluno uma formação abrangente que favorece a qualificação com foco na perspectiva da cidadania, das competências humanas e da inserção no mercado de trabalho.

 

A parceria do Senac-AL com outras instituições, como o Sindicato das Administradoras de Condomínios e Condomínios Residenciais e Comerciais de Maceió (Sacrem) torna ainda mais próxima essa relação com o mercado, valorizando o segmento e garantindo o estágio dos alunos ao final do curso, um passaporte para o ingresso no mercado de trabalho.